Início
Editora
Conselho Ed.
Autores
Catálogo
Passado Livrarias
Projetos
Contactos
Calendário facebook








| Biografia | Espiritualidades | Ficção | Humor | Infantojuvenil | Literatura de Viagens | Pedagógico | Poesia | Técnico |

HUMOR

Cimbalino Curto
Onofre Varela


N.º pág.: 80

ISBN: 978-989-8255-00-6

 PVP: 9.45 €
 Encomendar

Cimbalino Curto (em versão revista e aumentada!) é um tratado corrosivo sobre as múltiplas formas de fazer humor. Uma espécie de Kama Sutra do humor, como alguém, supostamente entendido, o classificou, um dia. Mesmo assim, nunca confiando, o melhor é optar por uma só posição vertical para ler o livro. Só dessa forma é possível retirar dele o máximo prazer…

Francesinhas à moda do Porto
João Carlos Brito


N.º pág.: 96

ISBN: 978-989-8255-62-4

 PVP: 9.54 €
 Encomendar

Depois de Heróis à moda do Porto

FRANCESINHAS À MODA DO PORTO

Inclui Dicionário Gastronómico Tripeiro:

Estás é a arrotar postas de pescada!

Cheira-me a estrugido…

Não gosta de dobrar o garfo. É um pastelão.

Um fino e uma francesinha, fáchavor!

Ontem, não vi o padeiro.

Mandas cá uma penca!

 

Guilhermina Doravante (em Francesinha Azul) encontra os comprimidos azuis do falecido. Por obra do acaso, deixa-os cair no molho das francesinhas. Como o que não mata, engorda, desconhecendo a sua função, tritura-os com a varinha mágica e serve a clientela. E o milagre aconteceu, nessa noite, na Rua do Bonjardim…

Fique, também, a saber como uma francesinha pode salvar uma vida (em Posso tirar-lhe um segundo?) ou mesmo a humanidade (A última ceia). E como pode ter mais valor do que casar com a verdadeira realeza (O Príncipe Encantado) ou salvar gémeos dos perigos da floresta (Maria João e António Maria)…

São contos hilariantes, servidos em molho picante e, claro, com acentuada pronúncia do Porto.

Heróis à moda da Bola - versão Azul
João Carlos Brito


N.º pág.:

ISBN: 978-989-8255-xx-x

 PVP: x.xx €
 Encomendar

Em Heróis à Moda da Bola, versão Azul,

Leocádia, pequeno grão-ducado agreste e montanhoso, está à beira do abismo. Para salvar a nação, Sebastião vai em missão secreta ao Porto tentar um pacto com um dos maiores clubes de futebol do mundo. Mas Leopoldo, o Lampião, não dorme e tenta aniquilar o plano para tomar o poder. Pelo meio, há um craque guineense com a síndrome de Tourette, fala-se de programas de balneário e recordam-se algumas das jornadas gloriosas dos Dragões: Viena, Sevilha, Tóquio, Gelsenkierchen, Dublin.
E, como sempre, o Porto é a salvação!


No Dicionário Tripeiro do Futebolês,


São quase mil as entradas relacionadas com o futebol. Desde as expressões disparatadas utilizadas por muitos comentadores desportivos a termos técnicos e táticos, passando pelos principais jogadores, treinadores, dirigentes e agentes desportivos, mas também locais e datas que fazem parte do historial ímpar do FC Porto, principalmente na era democrática, em Portugal.

 
Nas Melhores frases sobre Futebol,

Conheça ou recorde as 30 melhores frases de sempre, ditas ou escritas pela gente da bola. Frases de grande alcance, gaffes memoráveis ou pérolas verdadeiramente únicas.

Heróis à moda da Madeira
Vários autores

Coordenação da coleção Heróis à moda de... de João Carlos Brito

N.º pág.: 110

ISBN: 978-989-8255-??-?

 PVP: 10.60 €
 Encomendar



Heróis à moda de Lisboa
Vários autores
Coordenação de Maria Eugénia Ponte

Coordenação da coleção Heróis à moda de... de João Carlos Brito

N.º pág.: 224

ISBN: 978-989-8255-53-2

 PVP: 14.84 €
 Encomendar

Inclui DICIONÁRIO ALFACINHA da gíria e do calão de Lisboa:
 
Chala-te, a Jota tá aí a batê-las...
Vai cair o Carmo e a Trindade!
Já cá canta um parro e um arquilho.
Mexe os calcantes ou ficas de galdinas na mão...
Chiça, esta foi resvés Campo de Ourique!

O livro que faltava. Os falares marginais de Lisboa no seu melhor: o “malandrim” lisboeta, a gíria das novas tribos urbanas, os pregões tradicionais, o calão dos becos e ruelas… tudo reunido numa obra única e com muito humor, onde os heróis são todos de Lisboa: desde Ulisses ao cidadão anónimo, passando por Santo António, Marquês de Pombal, Luciano das Ratas ou pela garina do shopping.
Se este livro fosse anunciado com os típicos pregões lisboetas, seria assim, certamente:
- Ó freguesa, mexa o cu que, pl’o preço de uma dúzia, leva mais três à borliú...
- Ó viva da Costa, ó pr’a eles a fazer caretas no jardim das tabuletas...
- Olha o rajá fresquinho! É pró bacano e pró bétinho!
- Olhó nogá! Quem perde é quem não está!
- Quentes e boas! Piadas e piadinhas prós meninos e prás meninas...
E porque Lisboa também tem falares e expressões muito suas, para que a paisagem portuguesa não fique a anhar, a freguesa e o freguês (que é como quem diz, o leitor) têm o Dicionário Alfacinha.

Heróis à moda de Trás-os-Montes
Vários autores
Coordenação de Ana Catarino

Coordenação da coleção Heróis à moda de... de João Carlos Brito

N.º pág.: 104

ISBN: 978-989-8255-74-7

 PVP: 10.60 €
 Encomendar

5º lugar no Ranking de Vendas da Bertrand.
Conferir aqui.


Inclui Dicionário do Carai!

Lebas umas lostras qu´até bais andar de lado...

Chego-te com um arrotcho, minha canhona!

Agora ia bem era uma malguinha de vinho dos Mortos!

Estás como o chapéu dum pobre.

É das almorródias! Está a amoutchar a olhos vistos!

Caga lérias cumo bóbedas.

A Maria deu-te o pito… Agora, tens de lhe oferecer a gantcha…

 

Heróis à moda de Trás-os-Montes contém cerca de 550 palavras e expressões utilizadas em contexto nos nove contos (de outros tantos autores): regionalismos, expressões típicas das várias zonas transmontanas.

É uma forma bem divertida de divulgar e preservar um dos nossos patrimónios mais ricos: a diversidade linguística.

No final, para que todos possam usufruir completamente desta verdadeira maravilha, que é o conjunto dos falares transmontanos, inclui-se, em glossário, o Dicionário do Carai, onde, por ordem alfabética, se explica (ou se recorda) o significado do linguajar de Trás-os-Montes.

De ler e chorar por mais!

 

Contos de:
Ana Catarino, Ana Zita Rocha, Fernando de Castro Branco, João Pinto Costa, José Dias Baptista, Josefina Mourão, Manuel António Araújo, Manuel Cardoso, Nathalie Lopes.



Heróis à moda do Alentejo
Vários autores
Coordenação de Luís Miguel Ricardo

Coordenação da coleção Heróis à moda de... de João Carlos Brito

N.º pág.: 144

ISBN: 978-989-8255-43-3

 PVP: 12.72 €
 Encomendar



Heróis à moda do Minho
Vários autores
Coordenação de Susana Melo

Coordenação da coleção Heróis à moda de... de João Carlos Brito

N.º pág.: 96

ISBN: 978-989-8255-82-2

 PVP: 9.54 €
 Encomendar

Inclui Dicionário do Peteiro

Da gíria, calão e regionalismos do Minho

 

- Fiquei um chichinho empiçalhado da carola.

- Aluguei uns forrinhos a um tero do sul.

- Deixa-te de criquices!

- É mais velho que a Sé de Braga.

- Cuidado com o saralhoto!

- Alapa-te nesse mocho. Estás como uma carroça.

 

“- Não tenho mais paciência para os caprichos de minha mãe. Estou a pensar seriamente em declarar-lhe guerra…

- Por causa de umas sardinhas, Senhor D. Afonso?

- E achais pouco?”

E parece que foi este o motivo da zanga entre D. Afonso Henriques e Dona Teresa… A Batalha de S. Mamede é um dos episódios históricos e lendas recriados em Heróis à Moda do Minho, onde também se fala do S. João e do seu amigo Longuinhos (Braga), do galo mais famoso do mundo (Barcelos), da tradição do Maio (Vila Verde) ou da luta entre o bem e mal, protagonizada pela Coca e S. Jorge (Monção). E, claro, não podia falta a lenda de Ana, que foi vista no castelo (Viana do Castelo).

Tudo com muito humor e bem regado com centenas de palavras e expressões tradicionais do Minho, que estão compiladas no “Dicionário do Peteiro”.


Heróis à moda do Porto
Vários autores
Coordenação de João Carlos Brito

Coordenação da coleção Heróis à moda de... de João Carlos Brito

N.º pág.: 60

ISBN: 978-989-8255-29-7

 PVP: 8.40 €
 Encomendar

Vai no Batalha...
Estás a falar para a Central!

Um grise do carago.
O gajo só pensa em encher a mula...
 
No 126 da Rua Passos Manuel...
Todos os contos terminam com algo a ter lugar nesta morada. No Porto, claro, porque os sete contos têm por cenário de fundo diversos ambientes da Invicta e todas as personagens, importadas (e muito adulteradas) das clássicas histórias infantis, de repente, como que por um passe de magia, desatam a falar "portoguês"... ou seja, a linguarejar com o registo bem típico das gentes do norte e, em particular, da zona do Grande Porto. E, para lá da língua, procurou-se incutir aos diferentes heróis retratados... a alma tão sui generis dos portuenses. Com muita ironia e sarcasmo, à mistura, naturalmente.

Revelações do Filho de Deus (As)
Joel Dias
Ilustrações: Onofre Varela

N.º pág.: 100

ISBN: 978-989-8255-13-6

 PVP: 10.50 €
 Encomendar

Um sucesso no Paquistão!
Maria


O livro mais esperado desde A bíblia sagrada!
TELENOVELAS

Estudos paquistaneses comprovam que, após a leitura deste livro, o leitor terá um desempenho sexual bem mais aceitável!
AJAE

Fantástico! E fica lindo na prateleira lá de casa!
Cláudio R.

Domina perfeitamente as transições defensivas e ofensivas.
Gabriel Álvaro

Sou gajo para tomar um café
Onofre Varela


N.º pág.: 88

ISBN: 978-989-8255-61-7

 PVP: 8.48 €
 Encomendar

Sou gajo para tomar um café… e é mesmo. Ou, como prefere dizer, bem à moda do Porto, um cimbalino.
Neste livro, Onofre Varela convida o leitor a com ele partilhar episódios de humor. São histórias, a maior parte delas vivenciadas pelo autor, recheadas de boa disposição, mesmo naqueles dias em que tudo corre mal. E, já que tristezas não pagam dívidas (alegrias, ao que parece, também não), o melhor é enfrentar as adversidades com um sorriso nos lábios. Pode não resolver completamente o problema, mas acreditem que ajuda!
Ator e humorista, teme pelo seu emprego nesta área devido à temível concorrência dos políticos: “esses gajos cada vez me fazem rir mais”, diz o autor.


Verão 86
Luís Miguel Ricardo


N.º pág.: 272

ISBN: 978-989-8255-85-3

 PVP: 16.96 €
 Encomenda
Contém: A Cardeneta com os melhores cromos e postais do Alentejo dos anos 80!
Enquanto no México se jogavam as decisões derradeiras do Campeonato do Mundo de Futebol, em Cova da Zorra, pleno coração de um Alentejo profundamente rural, a comunidade vivia as incidências próprias dos dias quentes e abafados da época.
Os rapazes desdobravam-se entre as jogatinas da bola nos campos de restolho agreste, as aventuras e desventuras de pedaleira ou a pé, os trabalhos sazonais e a descoberta do sexo. As raparigas sonhavam com príncipes encantados que as resgatassem da monotonia da planície solitária. Os adultos prosseguiam com o fado da vida.
Tradição, aventura, descoberta, emoção, paixão, traição, crenças, drama e vingança são ingredientes omnipresentes neste verão diabólico vivido nas terras quentes do Alentejo.






© 2009- - Lugar da Palavra, Editora.
Textos em conformidade com as normas do novo acordo ortográfico.